23506409_m

To English or not to English?

By in Opiniao on 5 de March de 2014

(me desculpe, meu teclado nao tem a acentuacao para lingua portuguesa)

Hoje vou falar sobre os comentarios e reacoes de australianos sobre um post publicado ontem em uma pagina do Facebook chamada ‘Meanwhile in Australia’, que fala sobre acontecimentos ou situacoes que so poderiam acontecer aqui, nessa terra distante. Varios posts da pagina sao bem divertidos e expressam o modo de vida bem peculiar dos Ozzies. Este post especifico sobre o qual falo neste artigo gerou varios comentarios racistas e rednecks (alias, pra quem nao sabe, rednecks sao os chamados ‘caipiras’ – diz a lenda que o termo vem do fato de que fazendeiros, ao capinarem terrenos, acabavam com as nucas expostas ao sol o dia todo, e assim ficavam com o pescoco ‘neck’ vermelho ‘red’).

Como ja disse o comediante Robin Williams, “Australians are basically English rednecks”. Nao vou entrar na discussao dele, mas aqui tem, e muito, pessoas ignorantes, racistas e com cabeca fechada (alias, Sandro, li um post que voce fala que quase nao existe racismo na Australia… hmmm acho que vamos ter que “agree to disagree” nessa!).

O post que gerou esses comentarios foi esse daqui:

nail salon

Na minha opiniao a mensagem eh baseada no episodio de Seinfield que a Elaine vai a manicure e as atendentes comecam a falar sobre ela em outra língua, e ela fica desesperada pois nao sabe o que elas estao falando, e pensa que as manicures estao falando sobre ela, Elaine – e as legendas mostram que estao mesmo. O episodio do Seinfield esta no link (bem divertido, por sinal):

Okay. Dado o contexto, nos comentarios do post comecou-se a discussao sobre falar ingles na Australia. Muitos australianos acham que estrangeiros de paises de lingua nao-inglesa nao deveriam falar a sua lingua-materna aqui na Australia (talvez apenas dentro de casa), afinal, a lingua do pais eh a inglesa e eh um insulto falar outra lingua. Discordo, mas concordo que, quando ha um australiano por perto ATIVAMENTE participando da conversa, acho elegante e educado falar ingles.

Mas, em muitos casos, nao estamos envolvendo o australiano na conversa – e eh sobre isso que o post se refere. As manicures estao conversando ENTRE ELAS, a lingua-materna delas nao eh o ingles – serah que elas tem MESMO que ficar falando em ingles o tempo todo? Hmmm…

O mesmo acontecia na empresa que eu trabalhava aqui, uma empresa brasileirissima que esta na Australia ha poucos anos. Cerca de 5% dos empregados eram brasileiros, a maior parte, australianos, e quando eu ia falar com uma colega de trabalho brasileira sobre, digamos, produtos de cabelo ou o que quer que seja, e soh com ela, eu falava em portugues. Mas, vamos dizer que estavamos conversando em uma area comum (cozinha, por exemplo) e, se chegasse um australiano por perto, continuavamos conversando em portugues – afinal, estavamos falando entre nos. Sabe o que aconteceu? Alguns australianos reclamaram que ‘poderiamos estar falando sobre eles’ e pediram a gerencia que PORTUGUES FOSSE PROIBIDO dentro desta empresa brasileira, em qualquer circustancia. A gerencia aceitou. Sinceramente, discordei desta decisao. Eles, os australianos, deveriam ser mais elegantes e pelo menos deixar falarmos na nossa lingua em algumas ocasioes. Obviamente que em reunioes ou qualquer outra situacao o ingles deva ser falado, mas PROIBIDO completamente?

Voltando ao post. Vejam o nivel do comentarios (direto do Facebook sem correcoes):

“Live in Australia. !?? Speak our language or fuck off”

“Seriously? WTF is everyone one about? If you are here or anywhere that is an English speaking country speak fucking English! That’s they way it should be and it is the number 1 language used around the world, just not ours! So if you want to speak your language, by all means go ahead and don’t get so fucking offended when we The Real Aussies start having a go at you because YOU chose to come here because I know I didn’t fucking INVITE you all! Don’t like it, don’t have to! But we aren’t taking it either…so you can leave.”

“i would use this nail salon i was going to get my nails done with my daughter one day until they all started speaking to each other in there own language, in their own homes they can speak what they like but when serving the australian public i expect nothing but english or you will not get australian money from me”

“No way a nail salon that doesn’t talk their language and you have no idea wtf they are saying!! Damn we need one in Perth lol”

“hey, where is this? I have never gone to one because they never spoke English and never made me feel welcome in my own country. This business would be such a fresh change.”

“when you suspect they are gossiping about you when they look at you and then talk to each other then laugh.. And your like dis bitch”

“Tim Rutter you obviously haven’t had to deal with many bitches. .. I had two ladies talk and laugh while she was doing my nails and I found it very rude… I would never do that while serving a client…” (resposta do Tim Rutter: Stacey Furner, is that talk to others or talk intelligently? You really don’t see the irony of calling people bitches and then complaining about manners”

Eu, pessoalmente, concordo com as opinioes abaixo:

“Ugh who cares, if people want to speak their first language with each other let them. Don’t be so insecure or self-absorbed to think the women who do your nails have nothing better to talk about than you.”

“The Australian mother tongue is Aboriginal. Slap that woman for her ignorance.”

“Just because theyre talking to each other in their own language doesn’t mean they can’t speak English..so all this “learn the language or fuck off” stuff makes no sense.”

“If you think this is important, it probably says more about your own insecurities than their language skills”

“99% of native English speakers don’t make an effort to try to speak another language – even when they travel overseas they expect everyone to speak English. So please let’s not be hypocrites here and be insulted if some people don’t speak English all the time in Australia.”

“I used to go to one where they spoke Chinese. Loved the chance to chat in 普通话 again.”

Alguns engracados:

“lol man if i could speak another language and talk shit about some dumb cunt sitting right in front of me i would definitely do it and if you say you wouldn’t you are only lying to yourself”

*******************************************************************************************************************************************************************************

Todos sabemos que, atualmente, o ingles eh a lingua mais falada do mundo (pelo maior numero de pessoas). Outras linguas ja dominaram, mas nos ultimos dois seculos, principalmente apos a dominacao do imperio britanico e da emergencia dos Estados Unidos como potencia mundial principalmente apos a II Guerra Mundial e subsequente Plano Marshall, e mais ainda, nos ultimos anos com a internet. Outras linguas ja foram as mais faladas (como, ate ha pouco tempo atras, o frances), mas agora a da vez eh o ingles. Ja achei as pessoas com ingles nativo muito sortudas, e nos brasileiros, azarados. Mas hoje em dia me sinto privilegiada de poder falar portugues e ingles fluentemente (e espanhol, vai), enquanto a maior parte dos nativos de lingua inglesa nao fazem o menor esforco para aprender outra lingua.

Pessoalmente, acho cabeca fechada deles acharem bacana um cartaz como esse do post. Ate por que, quando eles viajam para paises de lingua nao-inglesa, eles esperam que todos falem ingles como eles. Ate por isso mesmo eles deveriam entender que, em certas situacoes, principalmente com conterraneos, falamos sim outra lingua. E vamos continuar falando.

Nao acho que, por causa da dominancia do ingles, as outras linguas vao morrer – frances, italiano, espanhol, etc etc – todas vao continuar existindo. O que vai acontecer eh que a maior parte das pessoas vao aprender o ingles TAMBEM, ja que eh uma lingua ‘neutra’. Vejo, no futuro, um mundo onde as pessoas serao bilingues, trilingues… e nao um mundo onde so uma lingua (o ingles) impere. Ou seja, de ditos “sortudos”, talvez eles se tornem azarados pois serao um dos poucos povos que falarao apenas uma unica lingua, assim perdendo o encanto e diversidade de poder falar outras linguas. Eh dificil aprender, mas depois que se aprende, eh muito bom ter essa diversidade (e pesquisas dizem que falar mais de uma lingua tem diversas vantagens neurologicas, como atrasar o mal de alzheimer, por exemplo).

E voce, o que acha? Concorda ou discorda com a mensagem do salao?

Image credit: nenovbrothers / 123RF Stock Photo

4 thoughts on “To English or not to English?

  1. 1

    Não disse que não existe racismo: “Exemplos como o seu, ou do post anterior sobre os sotaques estrangeiros, reforçam que a Austrália é sim um país no geral bem tolerante e aberto. Mas não significa que não existam pessoas preconceituosas, xenófobas, e etc – tem um post excelente sobre esse assunto no blog do Jerry – E também que algumas pessoas, mesmo não sendo racistas, tenham pensamentos diferentes em relação ao que significa ser australiano, ou quem são australianos de fato.” http://aussileiros.mundoafora.info/2014/02/14/o-conceito-de-australiano/

  2. 2

    Se esta no país deles, tem que falar a língua deles sim!somente se ninguém estiver ouvindo, mas mesmo que um australiano esteja do seu lado, mas não participando da conversa, mesmo que você nem conheça ele, acho extrema falta de educado falar outra língua do lado dele,principalmente em um salão de manicure,absurdo, um monte de fofoqueira, fofocando em outra lingua, enquanto os clientes não entendem nada…absurdo…fico mto puto no brasil quando vou em uma pastelaria, e os chineses ,donos,começam a falar chinês,falta de educação!

  3. 3

    Bravo Vera! Concordo plenamente com vc! Se estou conversando com brasileiros e não há australianos participando da conversa, LÓGICO que fala-se Português! O que eles tem a ver com a conversa dos outros? Eu hein? Gente mal resolvida….precisam fazer terapia!
    Agora, se no grupo da conversa tem alguém que não fala nossa língua, seria uma tremenda falta de consideração não falar Inglês.

  4. 4

    Olha, eu acompanho essa página e ela é escrita por uma garota de 21 anos, super novinha e meio deslumbrada. Porém, apesar de ter muita coisa engraçada, tem algumas outras pesadas ali e já detectei esse e muitos outros posts racistas vindos dela e de outros ali. Tem racismo sim. Eles detestas principalmente asiåticos e muçulmanos. Realmente é desagradavel ter, de repente, alguem falando em ourra lingua na sua frente, mas depende muito da interpretação do contexto para julgar se tal pessoa está falando de vc ou não. Generalizar é perigoso e pode causar mal entendidos. Uma vez eu estava com uma amiga girdinha num passeio de barco na argentina e duas garotas americanas começaram a tirar sarro dela em inglês. Só que ela era fluente em inglês e entendeu tudo o que as idiotas falaram. Quando saimos de perto, ela segurou no braço delas e disse, em ingles, o quanto elas eram babacas e burras, pois eram incapazer de dizer isso na frente de uma pessoa acreditando que a outra não entenderia e que ela, sendo gorda ou não era mil vezes mais inteligente pois poderia responder a altura e na lingua delas. Foi desagradavel…
    Por outro lado, talvez o post tenha se dado por desconfiança ou por achar pura descortesia e a coisa foi interpretada como racismo, sei lá… Por exemplo, eu também odeio quando entro em lojinhas de coreanos aqui em Sao Paulo, e, no meio da negociação, quando pergunto o preço do produto, um coreano olha pro outro e começam a falar na lingua deles, as vezes com risadinhas, me deixando no vácuo antes de definirem o preco em portugues. Quando percebo essa atitude eu não compro. Já normalmente evito entrar nessas lojinhas por não saber a procedência da mercadoria. Mas, quando fico curiosa e entro na loja e percebo essa atitude, daí não compro mesmo. São situações muito chatas, mas que fazem parte da globalização. É preciso ter tolerância pois realmente, muitas vezes a conversa em outra lingua pode ser inocente, mas muitas outras vezes não é…