HM_Bark_Endeavour_Replica_Sydney

Quem descobriu a Austrália?

By in Curiosidades on 24 de January de 2014

Aqui vai um post comemorativo para o Dia da Austrália (Australia Day) que para quem não sabe ocorre no dia 26 de Janeiro por ocasião da chegada da Primeira Frota (The First Fleet) em Botany Bay em 1787. Os aborígenes se referem carinhosamente a essa data como o Dia da Invasão.

Apesar do título do post, a chegada da Primeira Frota não foi o descobrimento da Austrália. Essa data simboliza o estabelecimento da primeira colônia penal da Grã Bretanha no país. Antes disso já havia passado por aqui o Capitão James Cook que foi quem tomou posse do território para a Grã Bretanha em 1770.

Então quem descobriu foi o James Cook? Também não. A honra vai para o navegador holandês Willem Janszoon que avistou Cape York Peninsula no início de 1606. Pelo menos oficialmente.

Dado que Fernando Magalhães havia chegado nas Filipinas em 1521 e que Portugal tinha missionários católicos no Timor (cerca de 650Km ao norte da Costa Australiana) em 1514, é estranho que eles não tivessem avistado o pequeno continente Australiano. Isso sem querer se aprofundar muito nos Mapas De Dieppe (feitos entre 1540 e 1560) que já mostravam a tal da Terra Australis, e eram feitos baseados nas descobertas luso espanholas.

Nicolas_Desliens_Map_1566

Mapa de autoria de Nicolas Desliens em 1566

Então não é nenhum espanto ler essa matéria do Sydney Morning Herald da semana passada: http://www.smh.com.au/entertainment/books/16thcentury-manuscript-could-rewrite-australian-history-20140115-30vak.html

A matéria mostra uma carta escrita pela freira portuguesa Catarina de Carvalho do século 16, que curiosamente tinha um desenho muito parecido com um canguru:

canguro_portugues_w

Podemos falar de tudo sobre os portugueses, que eles roubaram o Brasil e tudo mais. Mas não podemos dizer que eles não eram bons navegadores. E bobos não eram, anunciar que acharam a Austrália para outros virem explorar?

Será até que não esconderam o Santo Graal na Austrália? Antes de acreditarmos nas baboseiras do Dan Brown, fiquem sabendo que a mítica Escola de Sagres que estudamos na escola foi fundada pelo filho de Dom João I, o infante Dom Henrique ou Henrique o Navegador. Dom Henrique era templário, e deu refúgio a “judeus, árabes e outros intelectuais perseguidos pela inquisição européia, sendo que entre estes encontravam-se cartógrafos e navegadores de renome.”

E se foram os portugueses, holandeses, ou ingleses que chegaram aqui primeiro – acho que pouco importa e não vai mudar a vida de ninguém. Mas não deixa de ser interessante.

Comments are closed.