Blog

Cerimônia de casamento na Austrália

By in Curiosidades on 7 de April de 2012

Uma das grandes vantagens de morar em um outro país é ter contato com formas diferentes de apreciar o mundo. A partir do momento que nos abrimos a novas experiências também revisamos nosso próprio conceito do que é o mundo e o que ele nos representa. Sendo um país multicultural onde aproximadamente 25% da população é nascida no exterior, a Austrália faz com que a exposição ao ‘desconhecido’ seja mais intensa. Em Melbourne, por exemplo, podemos de manhã passear pela Sydney Rd e nos deliciarmos com pratos do Oriente Médio, seguir para Footscray e escolher entre um restaurante vietnamita ou africano para o almoço e à noite ir para a região de Dandenong e desbravar a culinária afegã. Porém, não é só de prazeres da gula que a Austrália é feita - temos um número expressivo de pessoas de várias etnias que elegeram esse país como seu novo lar. Isso significa que além de vivenciarmos a cultura local sempre teremos a oportunidade de aprender um pouco sobre celebrações pelos quatro cantos do planeta. Meu foco é falar um pouco sobre como o casamento é comemorado por aqui.

Quase todos os casamentos que fui foram de australianos de origem anglo – só um de italianos-australianos. Porém, vamos começar pelo começo. Você deve estar se perguntando como é o noivado por essas bandas. Bem, aqui a grande maioria dos meus amigos moraram juntos por alguns anos antes de formalizarem a sua união. O pedido de noivado é algo extremamente planejado, com toques de bastante criatividade, romantismo e pitadas de conto de fadas. Pelo o que entendo, não há uma conversa do tipo “e aí, quando marcaremos a data?” pois o que a futura noiva deseja é o pedido surpresa, ela quer sentir que foi a escolhida. No geral, o noivo escolhe um lugar que seja representativo para o casal – tive amigos que noivaram no ‘London Eye’, outros embaixo da Torre Eiffel e um casal mais corajoso num balão que sobrevoou Melbourne. O noivo se ajoelha e pede a mão da sua amada em casamento. Podemos dizer que o anel é o grande elemento do dia – de preferência recheado de diamantes. Noivos mais cautelosos fazem o pedido com um anel simbólico e depois vão com suas futuras esposas à caça do anel que seja de sua escolha. Muitos amigos guardaram dinheiro por um ano para que pudessem presentear suas namoradas com um brilhante – não tente enganar uma australiana com anel de zircônia! Homens aqui, diferentemente do Brasil, não usam anéis de noivado. Já a noiva usa seu brilhante, carinhosamente chamado de ‘the rock’, no dedo anelar da mão esquerda.

O casamento é geralmente marcado para um ano após o noivado. A festa aqui é dada só para a família e parentes mais próximos, e aqueles amigos mais chegados. Não há expectativa alguma de chamar o seu chefe e todo o seu departamento no trabalho, mas mesmo assim eles serão gentis o suficiente para organizar um presente! Os noivos fazem a despedida de solteiro nas semanas precedentes ao casamento – homens têm o hábito de irem para um clube de striptease e mulheres se reúnem com as amigas para jantar e sair à noite. Os padrinhos são em poucos números – geralmente três casais. No grupo das madrinhas há a madrinha principal, a ‘maid of honour’, que ajuda a noiva a organizar sua despedida de solteira. No lado dos padrinhos o ‘best man’ além de organizar a despedida de solteiro é também responsável pelo discurso à felicidade do casal. Aqui, madrinhas e padrinhos usam vestidos e ternos da mesma cor e corte, respectivamente.

A cerimônia religiosa é geralmente à tarde, por volta das 15h. Enquanto os noivos e seus padrinhos fazem fotos, os convidados se dispersam por bares perto da casa de festas e lá ficam até a hora da recepção, que costuma iniciar às 18h. A estrutura da recepção é: discurso do pai da noiva, do padrinho principal e do noivo seguido por janta e dança – tudo anunciado por um mestre de cerimônias. Aqui os convidados sentam em lugares pré marcados com seus nomes, em mesas que comportam até 10 pessoas. Lá pelas 23:30 a festa acaba. A razão? Depois da meia-noite a casa de festas tem que pagar o dobro da hora normal para seus funcionários…

De todos os casamentos que fui o que mais gostei foi o do meus amigos italianos-australianos. Todos dançando, muita animação e alegria do início até o final já que grande parte dos convidados também era de origem italiana. Nos casamentos anglo-australianos as pessoas precisam beber um pouco mais até tomarem coragem de seguir para a pista de dança.Já ouvi de amigos que casamentos indianos duram três dias, que em casamentos de palestinos-australianos há uma pessoa tocando tambor por toda a ocasião, que em casamentos de gregos-australianos as noivas usam moedas de ouro dentro de seus sapatos para simbolizar boa vida ao casal…

E assim vivemos as diferenças, felizes para sempre.

3 thoughts on “Cerimônia de casamento na Austrália

  1. 1

    Maneirissimo seu artigo… eu acabei de me casar aqui na Australia… fizemos um casamento “braussie” – a celebrante era brasileira entao a cerimonia foi em portugues/ingles (altamente recomendada – o nome dela eh Kathia Faranda, caso alguem va se casar em QLD. Seguimos mais as tradicoes australianas (desde o noivado ate o casamento) mas com toques brasileiros (a mae do noivo entrando com ele, seguida pela mae da noiva e o pai do noivo, etc; doces brasileiros na mesa de doces). Foi um dos melhores dias da minha vida! Quem precisar de dicas de fornecedores so perguntar….

  2. 3

    Gistaria de saber se alguem conhece quem faca o docinho bem cassdo em sydney

    Obrigada