É complicado morar no exterior e querer opinar sobre política brasileira. Muita gente até acha que não temos mais esse direito por termos “abandonado” o país e não estarmos lá para ajudar a fazer as coisas melhorarem. Pode até ser, mas por mais desconectado que alguém fique do Brasil, é impossível não sentir algum grau de emoção em relação a tudo o que está acontecendo por lá nesse momento.

Pois é, já faz um bom tempo que não apareço por aqui. Fiquei super ocupado nesses últimos 12 meses, primeiro com a mudança de Sydney para a bela Central Coast de NSW (foto), muito trabalho no meu emprego anterior que me fazia viajar quase que semanalmente para o exterior, e mais recentemente com a minha dedicação total a startup (que finalmente começamos a ver os frutos).

Read more Comments Off

Conheço muitos brasileiros que costumavam ficar p da vida quando os gringos achavam que falávamos espanhol ao invés de português. Mas apesar de ser do tipo que gosta de explicar melhor  o Brasil para as pessoas, nunca fui realmente de esquentar com a ignorancia alheia. Para falar a verdade eu até via essa ignorância como uma coisa boa. No final das contas, mesmo com um conhecimento superficial, pelo menos na Austrália, o brasileiro e o Brasil nunca foram vistos de uma maneira negativa como outros povos e países.

Read more Comments Off

Me desculpem pelo sumiço nas últimas semanas. Sai de férias, e com toda a correria faltou tempo para sentar e escrever. Mesmo viajando carrego o notebook comigo pois entre uma parada e outra sempre sobra um pouquinho de tempo para escrever. Mas dessa vez foi muita coisa ao mesmo tempo, e ainda por cima fiquei gripado com direito a visitar um hospital na Alemanha.

Read more Comments Off

A Austrália foi o primeiro time a chegar ao Brasil, e vai ter a tarefa quase impossível de não ser um dos primeiros a voltar para casa. Ninguém espera uma vitória e nem mesmo um empate contra times fortes como Espanha, Holanda, ou Chile. Mesmo sendo daqueles que acreditam que em futebol tudo pode acontecer, vejo que dessa vez it ain’t happening. Mas torço por algum milagre.

Read more Comments Off

Como esperado, política e budget dominaram as manchetes locais. Então para mudar de assunto vou falar um pouco de futebol. O Paulo Umetsu tirou uma foto do Brazil Burger do McDonalds local (não sei se isso é uma campanha mundial) essa semana, e eu também acabei experimentando ontem a noite. Dentro do padrão McDonalds, o hamburger não é mal. Deixando o hamburger de lado, mas nem tanto assim, com um novo “meal” (como as promoções são chamadas aqui – pelo que eu lembro no Brasil, tudo é por número) desse em destaque, podem ter certeza que muitos aussies já estão ligados que a copa está para começar.

Read more Comments Off

Apesar de ter sido apontado Primeiro Ministro da Austrália por ter obtido na última eleição a maioria na Câmara dos Representantes  (House of Representatives), Tony Abbott não tem controle do Senado (Upper House). Geralmente o budget (planejamento do orçamento do país) apresentado pelo governo, aprovado pela câmara, é sancionado pelo senado depois de sofrer alguns pequenos ajustes. Mesmo que os senadores sejam de partidos de oposição, é de praxe honrar o mandato dado pelo povo ao Primeiro Ministro.

Read more Comments Off

Com o orçamento do próximo ano fiscal ou budget como é chamado aqui prestes a ser anunciado pelo governo nessa terça, vou aproveitar para escrever um pouco sobre o magnata da mineração australiana Clive Palmer. Um cara que sempre achei meio maluco. Mas como tem muita grana, talvez o termo correto seria excêntrico.

Read more Comments Off

O budget só vai ser anunciado no dia 13 desse mês, então muita coisa que está sendo dita por aí tem chance de não ir para frente. Pelo menos esse ano. O lance de cobrar 15 dólares por consulta para quem vai ao médico pelo medicare, aumentar o tributo de 1.5% para 3.5% para quem não tem plano de saúde privado, e abolir o Tax Family Benefit B que beneficia cerca de 60% das famílias australianas são apenas algumas das recomendações feitas pela Commission of Audit do governo.

Como eu sempre disse, o Brasil apesar de falado, ainda é uma incógnita para o mundo. O país realmente teve uma grande aceleração econômica e ganhou prestígio no cenário mundial nos últimos anos. O problema é que o governo brasileiro fez um marketing desgraçado para o resto do mundo como se os problemas do Brasil tivessem sido todos solucionados, e como se de repente o Brasil tivesse se tornado um país de primeiro mundo. Exemplo disso é a Dilma dizendo lá em Londres ainda, sem modéstia alguma que “Vamos fazer a melhor olimpíadas de todos os tempos”.

Read more Comments Off